Close

August 23, 2016

Há Jacarés no Alqueva

Pontão Aldeia da Luz

Paul Hogan, visitou Portugal em Janeiro de 2010, nessa altura o Grande Lago das terras do Alqueva estava na sua cota máxima. Paul sendo um fascinado por répteis viu na barragem do Alqueva um habitat com perfeitas condições para a criação de Jacarés.

Paul exerce um fascínio especial pela família aligatorídea a qual chamamos vulgarmente por jacarés.

A procura por uma herdade em que fosse possível a criação dos reptis foi rápida e relativamente fácil.

Os primeiros dois anos foram para criar as infraestruturas que delimitavam o espaço onde os jacarés iriam poder viver sem que escapassem Guadiana a dentro. Não foi tarefa fácil não dar nas vistas.

A primeira família a ser colocada em cativeiro não sobreviveu o primeiro inverno. Mas Paul não desistiu porque ele sabia que um jacaré pode aumentar ou diminuir o ritmo dos batimentos cardíacos.
Assim, quando apanha sol pode acelerar o trabalho do coração e dilatar as artérias, para levar oxigênio e calor a todo o organismo. Quando mergulha na água fria ou nos meses de inverno, reduz o ritmo cardíaco mantendo o fornecimento de oxigênio apenas entre o coração e o cérebro.

São essas características que lhe permitem resistir por vários dias a temperaturas de até 5 graus negativos, o que torna possível jacarés viverem no grande Lago do Alqueva.

Paul insistiu e subornou 3 funcionário alfandegários conseguindo assim colocar em Portugal 3 famílias de jacarés num total de 12 répteis.

Neste momento acredito que estejam a questionar-se como tenho conhecimento destes factos.

A resposta é simples. Um Australiano solitário que apenas fala Inglês e vive isolado numa herdade alentejana quando ingere uma grande quantidade de aguardente de medronho conta toda a sua vida com enorme detalhe.

Há dois anos que não visitava o Paul, esta semana recebi a triste noticia que ele tinha falecido.

Foi-lhe diagnosticado um cancro terminal e recusou todo e qualquer tipo de tratamento. Foi encontrado morto na sua casa e todas as infraestruturas que mantinham os jacarés presos estavam destruídas.

Tudo indica que antes de morrer soltou os seus amigos para que tentassem a sua sorte. A extensão do lago Alqueva é tão grande que ninguém sabe ao certo quantos jacarés o habitam neste momento.

Quantos conseguiram sobreviver sem alguém para os alimentar?
Quantos irão conseguir reproduzir-se?

Eu avistei um ao largo do pontão da Aldeia da Luz

Jacarés Alqueva